Skip to Main content Skip to Navigation
Journal articles

Gênero e alimentação: estudo de viabilidade em bioarqueologia (o caso do cemitério medieval Larina, Isère – França)

Résumé : Sob influência das teorias feministas, começou-se a diferenciar o sexo e o gênero nos trabalhos acadêmicos. O primeiro descreve características biológicas, e o segundo as, muitas vezes diversas, características da identidade social (BELARD, 2015; TRÉMEAUD, 2015). O estudo de gênero, por sua vez, não se atém apenas às questões ligadas às mulheres, mas sim às relações entre os dois gêneros (GILCHRIST, 1999). A importância desse tema vem do fato de que mulheres e homens, influenciados por diferentes filtros naturais e/ou sociais, possuem atribuições diferentes nas sociedades, que podem causar exposições a certas doenças e acesso hierarquizado aos alimentos. Um desses filtros sociais é a alimentação, uma vez que ela transcende as necessidades de subsistência e torna-se um ritual, dentro do qual estão implícitas regras sociais. Em uma mesma comunidade pessoas podem consumir alimentos diferentes, dependendo de sua classe social, idade, religião ou gênero, por exemplo.
Complete list of metadatas

https://hal.univ-cotedazur.fr/hal-02025679
Contributor : Luana Batista Goulart <>
Submitted on : Sunday, February 2, 2020 - 4:09:59 PM
Last modification on : Tuesday, May 26, 2020 - 6:50:59 PM
Document(s) archivé(s) le : Sunday, May 3, 2020 - 12:49:37 PM

File

Batista Goulart 2017 - SAB.pdf
Publisher files allowed on an open archive

Identifiers

Collections

Citation

Luana Batista Goulart. Gênero e alimentação: estudo de viabilidade em bioarqueologia (o caso do cemitério medieval Larina, Isère – França). Revista de Arqueologia, Sociedade de Arqueologia Brasileira, 2017, 30 (2), pp.208-210. ⟨10.24885/sab.v20i2.497⟩. ⟨hal-02025679⟩

Share

Metrics

Record views

74

Files downloads

82